The Bible gets clear when we consider the historics happening. And it has to be thus because "AND THE WORD BECAME FLESH AND DWELT AMONG US". Bible Code in detail see: WWW.HOPETALK.ORG. A Bíblia fica clara quando levamos em consideração os acontecimentos históricos. E deve ser assim porque "O Verbo se fez carne e habitou entre nós". Código em detalhe: WWW.BIBLIA.COM.BR | Baixe livros grátis, visite o site www.varandadelivros.com |

sábado, 29 de novembro de 2014

A TRISTE HISTÓRIA DA MORTE II


                          A TRISTE HISTÓRIA DA MORTE

        
                              Corpo       Alma     Espírito



Agora fica fácil entender o seguinte verso da Bíblia “e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu” Eclesiastes 12:7. Fica também fácil compreender o que Salomão disse sobre os animais e o homem. 

A alma só existe na intersecção do corpo e do espírito como apresentado no gráfico. Nesse contexto o Rei Salomão não estava ficando doido ao dizer que os animais têm alma como nós humano; “os filhos dos homens... são em si mesmo como os animais... como morre um, assim morre o outro, todos têm o mesmo fôlego de vida, e nenhuma vantagem tem o homem sobre os animais” Eclesiastes 3:18.

Essa primeira regra foi de suma importância para Deus organizar o resgate do homem da queda sofrida lá no Éden; pois a Morte reina graças ao pecado. Não haver parte ativa e parte inativa ao morto é situação indispensável ao verdadeiro descanso. Há dezenas de versos bíblicos confirmando que o morto não tem pensamento, emoção, trabalho, comunicação com ninguém, consciência; o mais conhecido é Eclesiastes 9:5 e 6 “porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento. Amor, ódio e inveja para eles já pereceram ... não tem parte em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.” Qualquer participação ou interação entre morto e vivo será contrafação. O Arqui-inimigo pode e faz coisas parecidas a isso por meio da contrafação. Ele tem poder para tal obra e para muito mais, pois ele consegue até se transformar em anjo de luz para enganar se possível os próprios filhos de Deus.

A segunda regra de ouro imposta por Deus ao reino da Morte – esta, introduzida por Lúcifer – é não haver noção de tempo ao morto. A explicação dessa regra já nos permite apresentar a terceira: A morte é um sono. Embora seja difícil falar, mas nossas experiências do dormir diariamente nos esclarecem muito sobre a noção do tempo. E nas entrelinhas bíblicas podemos ver que o tempo cronológico é coisa de vivos e não de mortos.

Você já teve, em algum momento de sua vida, um sono tão profundo que deitou, dormiu, acordou e ficou frustrado porque a impressão era que tinha acabado de ir para cama? Você teve noção de tempo? O sono com noção de tempo é aquele que a pessoa sonha o tempo todo. Sonhar durante o sono é tão ruim que não descansamos. Um sono restaurador e sem sonhos são uma pequena amostra de como é a morte. Então não precisamos temê-la. Esse aspecto da morte não deve meter medo em ninguém. Não vai doer e a pessoa não vai ficar sofrendo. A ideia da Bíblia é de descanso total.

Jesus mesmo comparou a morte ao sono; “Nosso amigo Lázaro adormeceu, mas vou para despertá-lo. Disseram-lhe, pois, os discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo. Jesus, porém, falara com respeito à morte de Lázaro; mas eles supunham que tivesse falado do repouso do sono. Então, Jesus lhes disse claramente: Lázaro morreu” João 11:11-14.



 Jesus confrontou a morte. Ela não teve dó nem piedade do mestre. A morte arrancou lágrimas até do Senhor Jesus Cristo “Jesus chorou” João 11:37. Ela é uma inimiga cruel. Ela nos faz chorar amargamente ao levar nossos entes queridos. Ela é a responsável do vazio que ronda os corações de milhões de pessoas que amavam alguém. Ela é aliada do grande Acusador de Deus. Ela é o meio que o Arqui-inimigo do Senhor aterroriza a terra e seus moradores. Tanto animais quanto natureza e homem sofrem as mazelas trazidas por ela.


A boa notícia é que Deus tem uma solução para tudo isso. A Bíblia, Palavra de Deus, apresenta promessas maravilhosas. Além desse livro narrar a história da morte; ele também apresenta a solução para o tal problema. A Bíblia diz que “o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” Romanos 6:23. E o meio que Deus encontrou para levar a vida eterna para os homens é a RESSURREIÇÃO. Esse ato só faz sentido quando entendemos a morte dentro dos três princípios estabelecidos por Deus. Se a morte não for um sono; a ressurreição deixa de ter sua função. A vida eterna é a bendita esperança! A ressurreição é a solução de Deus para o estrago da invenção mortal do Diabo.

O apóstolo Paulo em I Coríntios 15 fala que as pessoas sem a esperança da ressurreição em Jesus são infelizes. Leia todo esse capítulo e deleite nessa promessa maravilhosa. Ele ainda diz em outro livro que “os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro” 1 Tessalonicenses 4:16. Todos, crentes e incrédulos, perdidos e salvos; passarão pelo processo da ressurreição. Ou na primeira, ou na segunda; todos passarão pela experiência da ressurreição a fim de participar do juízo de Deus.

O Dr Carlos A. Steger, professor em seminário teológico disse que “a ressurreição, em si mesmo, não é nem uma recompensa nem um castigo. É a precondição para receber a vida eterna ou a condenação eterna”. Essa afirmação ajuda a entender como se dará o Juízo Final de Deus. Todos ouvirão sua sentença e para isso devem voltar à vida. Nesse momento as duas partes voltam a se encontrar. Corpo e Espírito (fôlego) voltam a se encontrar e forma a Alma vivente de novo para acompanhar o desfeche de tudo que existe debaixo desse céu. É por isso que faz sentido a regra número dois e três. Todos voltarão e terão a sensação como se estivesse acabado de enfrentar o momento da morte. Para uns a morte foi agonizante. Para outros, essa experiência foi boa porque foram descansar no Senhor e na sua esperança.

É por isso que a Bíblia é clara em dizer que hoje temos a chance de decisão. Não há segunda chance. Vida só é uma. A oportunidade de aceitar a Jesus é hoje e só enquanto há vida. Por isso que Jesus lança o convite: filho meu dá-me o teu coração. A Bíblia é clara em dizer que quem aceita Jesus como salvador não morrerá uma segundo vez. Todos podem morrer uma vez, mas duas vezes só morrerá quem não aceita a Jesus como salvador e senhor. Esse é o aspecto da Morte que todos deveriam temer. As pessoas deveriam pensar bem sobre as escolhas que fazem hoje. Não basta ser apenas bom cidadão (não roubo, não mato, não falo mal de ninguém e blablabla). Muitos que roubam, matam, falam mal dos outros estão aceitando o convite da salvação e mudando de vida. E temos que decidir enquanto estamos vivos. O único medo que deveria rondar sua mente é de não estar grudado nas promessas de Jesus. Só o sangue de Jesus tem o poder de fazer você descansar na segurança. É uma decisão pessoal. Os últimos minutos de vida acontecem muitos milagres. Ninguém sabe do teor da conversa entre Jesus e a pessoa que está morrendo. Só os dois sabem. Mas se temos a oportunidade hoje; não devemos deixar para decidir tudo nesses minutinhos finais. A decisão de ser ou não ser de Cristo como servo obediente e amante é o que deveria amedrontar as pessoas. A Morte não deveria aterrorizar ninguém porque a solução para ela é: a Ressurreição no dia da volta de Jesus.

A Morte está com os dias contados. Jesus já venceu lá na cruz uma vez por todas para você viver eternamente. A Morte é tão cruel e maligna que será a última a ser vencida: “O último inimigo a ser destruído é a Morte.” 1º Coríntios 15:26

Quero concluir com uma citação do livro mais enigmático da Bíblia – o Apocalipse. Esse livro está repleto de promessas fantásticas e todas reservadas para os que aceitarem Jesus como salvador e senhor. Esse livro trata do fim de todo mal e injustiça. Esse livro trata de um Novo Céu e uma Nova Terra. Se você não acredita; é um direito seu; se você acredita é uma bem-aventurança sua e minha; pois eu acredito piamente. E todas as promessas são apenas para os que acreditam. Esse mundo não apresenta nenhuma esperança; mas a Bíblia está repleta de promessas que me enche de esperança. E uma das minhas grandes esperanças é a concretização da promessa que diz “eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram... eis que faço novas todas as coisas... o vencedor herdará estas coisas, e eu lhe serei Deus, e ele me será filho.” Apocalipse 21:5 – 7.

Nenhum comentário:

Postar um comentário