The Bible gets clear when we consider the historics happening. And it has to be thus because "AND THE WORD BECAME FLESH AND DWELT AMONG US". Bible Code in detail see: WWW.HOPETALK.ORG. A Bíblia fica clara quando levamos em consideração os acontecimentos históricos. E deve ser assim porque "O Verbo se fez carne e habitou entre nós". Código em detalhe: WWW.BIBLIA.COM.BR | Baixe livros grátis, visite o site www.varandadelivros.com |

domingo, 26 de junho de 2016

REINO UNIDO, (DES)UNIÃO EUROPEIA, CONFIRMAÇÃO DE PROFECIA

REINO UNIDO, (DES)UNIÃO EUROPEIA, CONFIRMAÇÃO DE PROFECIA
O sonho dos europeus finalmente ganhou forma em 1993. França e Alemanha puxaram a união e um pouco mais de uma dezena de países aderiram. Ao longo dos anos houve novas adesões. O sonho parecia algo real. Só parecia porque duas décadas depois começa a desintegrar. O Reino Unido decide deixar a irmandade política e econômica. Num referendum a população decidiu abandonar a tal União Europeia que sempre se mostrou desunida. Basta olhar os problemas financeiros e políticos para se detectar que a União Europeia foi uma desunião. Portugal, Espanha, Grécia passaram por maus bocados. Ultimamente ninguém se entende sobre a questão dos imigrantes sírios e de outras regiões do mundo. As manchetes dos jornais só falam de assuntos que a tal Desunião Europeia lida e não resolve nada. Sendo assim, a população do Reino Unido decide sair. E, segundo os jornais de lá, o Reino Unido vai virar Reino Desunido. A Escócia ressuscitou a ideia da independência. Toda essa desunião foi antecipada muitos séculos atrás. Daniel, o profeta do antigo testamento, experimentado politicamente e temente a Deus ao mesmo tempo, antecipou tudo.
É verdade que vivemos num mundo secularizado. A maioria já não dá ouvido e nem crédito ao que as profecias bíblicas dizem. A moralidade bíblica está sendo relativizada. Tudo é questão de adequação. Distorcem tudo aquilo que a Bíblia diz. E mais, segundo os cristãos secularizados, a Bíblia deve mudar. Veja que absurdo! A Bíblia diz, o cristão deve mudar para se construir um relacionamento com Deus. A lástima não é o mundo estar secularizado, mas os crentes secularizar-se e impor aos demais que decidem ser fiel a ideia original bíblica. Quando acontecem confirmações proféticas como essa, o mundo e os pseudo-crentes tem chance de rever seus conceitos frente à Palavra de Deus.
Daniel teve a oportunidade de interpretar o sonho do Rei Nabucodonosor. Na interpretação, Daniel faz uma resenha da história do mundo a partir de seu tempo. A estátua de ouro e outros metais é uma narrativa disponível aos cidadãos do mundo de todas as épocas. Dos anos 600 A.C até os nossos dias todos poderiam viver tendo uma ideia de como seria a história. Se você pegar sua Bíblia agora e ler o capítulo dois de Daniel, certamente você entenderá melhor o que estou dizendo.
A estátua era constituída de quatro metais e cada um representava reino que protagonizaria uma liderança mundial. E confirmamos isso na história geral. O ouro representou o reino da Babilônia, a prata representou o reino dos Medo-Pérsia, o bronze representou o reino da Grécia, o ferro representou o reino de Roma; e o ferro e barro representou o reino dividido da desintegração de Roma. Quando os homens tentam reunir o que antes era Roma, eles estão afrontando a Palavra de Deus. Carlos Magno, Napoleão, Hitler e outros tentaram unir esse território; mas ninguém conseguiu.
O homem é corrupto e nenhum reino proposto por ele terá sucesso. A Bíblia tem profetizado um reino que Jesus propôs: “bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mt 5:3); “se perseveramos, também com ele reinaremos; se o negamos, ele, por sua vez, nos negará” (2 Tm 2:12); “o reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos” (Ap 11:15). Essa proposta é muito contestada, ridicularizada, bestializada... Por enquanto é proposta porque ainda não chegou a hora concreta. Mesmo sendo rejeitada e ridicularizada por um mundo secularizado, o reino de Jesus não pára de ganhar adesão e cada vez mais fica maior. Mesmo o mundo sendo contra, o reino de Jesus vai vir. Quem crê participará dele.
É preferível acreditar em Jesus e suas promessas a acreditar nos homens corruptos e sem coração como são. As promessas de Jesus são bem melhores. As provas que Jesus dá são muito mais convincentes. Por isso eu prefiro Jesus! Você poderia pelo menos considerar honestamente as promessas de Jesus. O Reino de Jesus já, já, vai começar sem rival.

Nenhum comentário:

Postar um comentário