The Bible gets clear when we consider the historics happening. And it has to be thus because "AND THE WORD BECAME FLESH AND DWELT AMONG US". Bible Code in detail see: WWW.HOPETALK.ORG. A Bíblia fica clara quando levamos em consideração os acontecimentos históricos. E deve ser assim porque "O Verbo se fez carne e habitou entre nós". Código em detalhe: WWW.BIBLIA.COM.BR | Baixe livros grátis, visite o site www.varandadelivros.com |

quinta-feira, 2 de julho de 2015

CASAMENTO GAY E ORDENAÇÃO DE MULHERES AO SACERDÓCIO

CASAMENTO GAY E ORDENAÇÃO DE MULHER AO SACERDÓCIO


Homens e mulheres são diferentes e por isso desenvolvem papeis diferentes. Negar isso é absurdo! Mudar isso é burrice! Querer igualá-los é o mesmo que tentar fazer a macieira produzir laranja ou vice-versa. Mas há aqueles que a despeito dessas impossibilidades estão apoiando o mundo. Talvez porque se esquecem que Deus sempre andou na contramão do mundo e do príncipe dele.
Pode parecer estranho falar de dois temas tão recorrentes na atualidade, mas as ocorrências históricas concomitantes nos permitem isso. É no mínimo estranho que os dois temas estejam sendo discutidos ao mesmo tempo. Talvez seja porque ambos ponham a Bíblia diante de uma questão séria: A Bíblia é machista e preconceituosa? Uma coisa é fato: A Bíblia não é conivente com o erro e nem muda seus posicionamentos com o tempo, pois ela é a Palavra de Deus.
Na visão do mundo, o casamento gay e a ordenação de mulheres são corretos, necessários, modernos, inclusivos, democrático e representa bem o caráter amoroso de Jesus. Visão equivocada, sincretista e conformista. Jesus nunca aceitou o pecado. Ele aceitava e recebia a todos, mas aqueles que se aproximava do mestre a vida era transformada. Se a Palavra de Deus está sempre na contramão do que o mundo pensa, é normal ela ser contra a aceitação desses dois temas.
Quanto ao homossexualismo a Bíblia é claríssima: “com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação” Lev. 18:22. A Bíblia está repleta de versos que condena a prática homossexual. Muitos são implícitos, e outros explícito! Eu fico imaginando; se com este tema, mesmo a Bíblia sendo explícita, pessoas estão advogando pelo homossexualismo; e como fica com a ordenação de mulher que é algo mais implícito?
Desde o Éden há indicação que o homem é o cabeça. Deus preferiu Adão e não Eva para cuidar do Jardim que acabara de fazer. Havia patriarcas e não matriarcas. Quando a nação do povo de Deus foi formada, mais de dois mil anos depois de Adão, os encarregados das coisas sagradas foram todos homens. Não houve nenhuma mulher para encabeçar uma das tribos, mesmo Jacó tendo filha. Os Levitas eram os encarregados da liderança eclesiástica. A Bíblia nunca registrou a função de sacerdotisa. Jesus não chamou nenhuma mulher para compor o quadro dos doze discípulos. O Apóstolo Paulo segue a mesma linha quando aconselha: “é necessário que o bispo (líder eclesiástico) seja irrepreensível, esposo de uma só mulher...” (1º Tm 3:2). O Novo Testamento diz que o homem e não a mulher é o dirigente da casa. Há uma razão muito especial para ser assim.
Há vários teólogos que não encontram justificativas bíblicas para a ordenação de mulheres. Por que a mulher não pode ser cabeça da família, na visão bíblica? É por que ela é machista ou por que o criador a ‘equipou’ com dotes diferentes? Por que fabricantes de tratores não recomendam a seus clientes usá-los para viagens e passeios? Por que se fabricam tratores e outros tipos de veículos? Um trator e uma minivan, por exemplo, são diferentes para atenderem necessidades diferentes.
Não quero entrar na questão trabalhista; pois se a mulher fizer a mesma coisa que o homem, deve ganhar e ser respeitada do mesmo jeito e do mesmo tanto. A questão aqui é: há coisas que são exclusivamente para mulher e há coisas que são exclusivamente para homens. Há uma razão para ser assim definido pelo fabricante, criador. Por exemplo: parir, amamentar, jeito feminino de ser fisiológico e psicológico são exclusivo da mulher.
Há uma razão muito especial de Deus optar pelo homem e não mulher na questão da liderança eclesiástica. Defender a ordenação da mulher só porque vivemos em tempos modernos não é sábio. Ou ir com a maioria não é sábio. Deus sempre esteve na contramão deste mundo. Enquanto os templos pagãos estavam cheios de sacerdotisas; Deus comissionou homens. Se Deus quis homens só para se diferenciar dos cultos dos templos pagãos, Ele é soberano para querer e agir dessa forma. Mas vejo que uma das razões para Deus preferir homens às mulheres está na questão psicológica. O jeito psicológico masculino e diferente da mulher. O jeito de amar feminino é diferente do homem. Especialistas dizem que o homem é mais lógico, a mulher é mais intuitiva.
No entanto, a razão maior para Deus escolher homens e não mulheres para a liderança eclesiástica esteja na simbologia que a Bíblia deu à mulher. A Bíblia diz que Jesus é o segundo Adão. Em 1º Coríntios 11:3 diz que “Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo”. E Paulo é claro em Efésios 5:23: “o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja”. Veja quanta simbologia! Os versos 22 a 33 são claríssimo quanto a simbologia milenar da figura de Cristo e sua igreja. Quem dirige a Igreja é Cristo. A mulher é símbolo da Igreja. Se a mulher passar a ser líder eclesiástica, a simbologia deixa de ter sua força. E quem é que quer destronar Jesus Cristo de sua Igreja? Satanás! Este quer que o mundo dita as regras. Este quer tirar de evidência tudo que se referir ao poderio, maestria, direcionamento do Cristo que morreu na cruz. Todas as referências diretas e indiretas ao Cristo, como cordeiro e líder, deve ser banida da mente humana (isso é o que Satanás quer e está conseguindo). Talvez essa seja a razão maior de igrejas que votaram a ordenação de mulher ter tido retrocesso, pois o que é a igreja sem o direcionamento de Cristo? É por esta razão maior que Deus nunca autorizou a mulher na posição de liderança eclesiástica. Mulher não é símbolo de Cristo, mas da igreja. Homem sim é símbolo do Cristo. Basta olhar para Adão, Melquiseque, Josué, Ciro... que se perceberá a profundidade da simbologia. A mulher pode e deve ter outras lideranças, mas esta é exclusiva para o homem, porque Jesus é o cabeça da Igreja. Querer mudar essa ordem, simbologia é dizer que Deus está errado. É dizer que o sacrifício de Jesus foi de pouco valor, ou nenhum valor. Paulo completa o sentido desta pedagogia: “Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, e sim a mulher, por causa do homem” 1º Cor 11:9.
Mas vivemos em tempos de rebeldia e pessoas não estão querendo dar ouvidos ao que a Bíblia diz. Ela é claro em exaltar o serviço de Jesus. Ela nunca vai permitir que a ordem seja invertida, o mundo quer. Ele, o mundo, quer que a igreja dite as regras e não Cristo. Ordenar mulher é dizer: ‘Jesus não é o cabeça’. E as igrejas que permitirem isso, mais tarde estarão dizendo: ‘não é bem assim que a Bíblia está dizendo’. E consequentemente o Cristo não estará no meio dela mais. Se Cristo não serve como cabeça, não serve para mais nada. Preste atenção a uma coisa, a Bíblia não está sendo machista aqui, ela está sendo pedagógica. Deus e Jesus são inteligentes demais para errar ou aceitar o machismo. Se você insistir numa ideia e se essa ideia estiver contra o estabelecido por Deus, você está sendo um anticristo. Cuidado!
É no mínimo preocupante igrejas estarem adotando os discursos e posições do mundo. Antes era fora dos muros da igreja que se debatia os direitos homossexuais, direitos femininos; hoje é aqui dentro. Deus nunca negou direito algum às mulheres. Ele definiu a questão e pronto. Querer ir além do estabelecido por Deus é pisar em terra movediça. As igrejas que votarem ordenação feminina como ministra e pastora estarão de alguma forma abrindo brechas às demais questões que o mundo põe em pauta. Há coisas que não deveriam nem ser cogitadas dentro da igreja porque Deus é claro. Fico pensando que se Jesus não voltar logo, vamos ver pastores e membros discutindo uso de drogas como heroína, cocaína dentro da igreja. Isso é bem possível, pois mesmo sendo claro na Bíblia que Deus não permite homossexualismo; as igrejas estão discutindo e abrindo as portas para a prática. Querem forçar Deus aceitar o pecador e o pecado juntos. Isso é impossível. Jesus é claro: “Arrependei-vos e convertei-vos para ser cancelados os vossos pecados.”

O mundo está dizendo que Deus está errado. Sim, é isso mesmo! O que seria o homossexualismo senão dizer que Deus está errado? Deus disse que homem e mulher são diferentes e devem exercer papeis diferentes; mas o mundo quer igualar o que Deus diferenciou. Cuidado! Onde passa um boi, passa uma boiada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário