The Bible gets clear when we consider the historics happening. And it has to be thus because "AND THE WORD BECAME FLESH AND DWELT AMONG US". Bible Code in detail see: WWW.HOPETALK.ORG. A Bíblia fica clara quando levamos em consideração os acontecimentos históricos. E deve ser assim porque "O Verbo se fez carne e habitou entre nós". Código em detalhe: WWW.BIBLIA.COM.BR | Baixe livros grátis, visite o site www.varandadelivros.com |

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

RISCO DE COMETA ATINGIR A TERRA É MAIOR DO QUE SE PENSAVA ANTERIORMENTE, DIZEM PESQUISADORES

RISCO DE COMETA ATINGIR A TERRA É MAIOR DO QUE SE PENSAVA ANTERIORMENTE, DIZEM PESQUISADORES

(Veja como os homens que estão a serviço do Inimigo de Deus preparam o ambiente da batalha final entre o bem e o mal. Pessoas preferem acreditar no que os cientistas dizem a crer no que Deus fala. As profecias de Deus mostram o que precisamos saber para estar preparado para receber Jesus em breve. Se você acredita mais nos cientistas que na Bíblia; cuidado, Jesus está voltando, e muitos serão enganados. Essa terra – e todos aqueles que negam e desobedecem a Jesus – serão julgados, e Satanás receberá sua punição antes da destruição de toda forma de mal. Isso é o que a Bíblia diz. [ S. V. REIS])

Os objetos de monitoramento do espaço deveriam incluir os gigantes centauros que produzem chuvas de entulhos que duram milhares de anos; recomendam os astrônomos.
 A Terra pode estar correndo alto risco de ser atingida por um cometa que é maior do que se pensa; de acordo com os astrônomos que sugeriram observar mais de perto os objetos do espaço.
Muitos estudos dos perigos potenciais envolveram os objetos das camadas dos asteroides, mais precisamente entre Marte e Júpiter, disseram os cientistas. Eles também notaram que a descoberta nas últimas duas décadas, centenas de cometas gigantes, chamado de ‘centauros’ expandem a lista dos riscos potenciais.
Essas bolas de gelo e poeira, um tamanho média de 50 e 100 km, tem órbita elíptica instável que começa muito além de Netuno, o planeta mais distante do Sol. Suas órbitas cruzam os de Júpiter, Saturno, Uranos e Netuno, cujos campos gravitacionais ocasionalmente desviam um cometa rumo a Terra – uma vez a cada 40 mil a 100 mil anos.
Quando os cometas se aproximam do Sol, gradualmente se desmancham. Isso é o que causa sua marca registrada – rabo do cometa – “causando impactos em nosso planeta inevitavelmente”,  escreve a equipe de pesquisa na Astronomy and Geophysics, periódico da Sociedade Astronômica Real.
A desintegração de cometas como esses, pode produzir períodos prolongados de bombardeamento, podendo durar mais de 100 mil anos.”
Eles argumentam que “a avaliação baseada num impacto extraterrestre, próximo a Terra, é inestimável quanto a sua natureza e magnitude”.
Um simples centauro contém mais massa que a população inteira dos asteroides que cruzaram a Terra até agora; escreveram os cientistas.
Nas últimas décadas, nós investimos muitos esforços em identificar e analisar o risco de uma colisão entre a Terra e um asteroide,” disse o co-autor Bill Napier da Universidade de Buckingham.
Nosso trabalho sugere que precisamos olhar para além de nossa vizinhança também, e observar além das órbitas de Júpiter para encontrar os centauros.”
Se estivermos certos, esses cometas distantes poderiam ser um risco sério e é tempo de entendê-los melhor.”
Os cientistas acreditam que um bombardeamento de cometa pôde iniciar a vida da Terra trazendo água e moléculas orgânicas.

Uma colisão de cometa pode ter também levado o fim do reinado dos dinossauros a 65 milhões de anos atrás.  

FONTE: THE GUARDIAN

Nenhum comentário:

Postar um comentário